News

Notícias Clipping Destaque Vagas e Oportunidades Vídeos
junho 2020
D S T Q Q S S
« dez    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Roll-on. Uma cobertura Hidrodinâmica.

Publicado: 11 de abril de 2017 em Notícias
Como as coberturas evoluíram até os padrões atuais?
Água correndo sobre telha hidrodinâmica

Roll-on. Uma cobertura Hidrodinâmica.

Como as coberturas evoluíram até os padrões atuais?

Nos primórdios, para cobrir ou proteger de chuvas, eram utilizados materiais em que as águas pudessem se deslocar sobre eles. Como estas peças eram muito simples e pequenas, se faziam necessárias grandes inclinações para garantir a perfeita movimentação das águas de forma que não fosse gerada nenhuma pressão hidrostática.

Telhados  onde as águas estão sempre em movimento, são  denominados hidrodinâmicos e, nestes casos conforme a altura e a forma do perfil, serão exigidas maiores ou menores inclinações.

Invariavelmente, vazamentos são sempre gerados por pressões hidrostáticas exercidas pela água parada sobre a cobertura. Ou seja, eliminar a água é o primeiro passo para se ter um telhado verdadeiramente estanque. Isso porque, por mais que se vede emendas e furos na cobertura, a água irá sempre buscar uma vulnerabilidade, e neste local vai penetrar causando uma infiltração.

Na década de 70, surgiram algumas telhas do tipo hidroestáticas, conhecidas como SSR- Stand Seam Roof, ou telhas de emenda vertical, as quais permitiam que as águas cobrissem sua união. Isto só foi possível, devido à invenção das perfiladeiras de engargolar, um equipamento que aplicado sobre as laterais longitudinais de um perfil podiam selar suas emendas na obra.Perfiladeira de engargolar e esquema de emenda vertical

Mesmo com os riscos em relação à dificuldade de vedação das águas, essa condição de pressões hidroestáticas sobre as coberturas passaram a existir na medida em que a demanda por telhados contínuos, cada vez mais planos e com comprimentos cada vez maiores se tornou essencial.

Porém, um telhado não é feito apenas de telhas. As telhas são aplicadas sobre estruturas, e tanto as telhas como as estruturas de suporte se desenvolveram independentemente. É neste contexto que em 1980, nasce o Sistema de Cobertura Roll-on, que, contrariamente a tudo que existia, contempla em um só sistema, estrutura e cobertura.

Integração de estrutura e cobertura Roll-on

O Roll-on, no que se refere a telha é do tipo hidrodinâmico, isto é, nele as águas correm sem produzir pressões hidroestáticas. Com seus canais de 25 cm de profundidade e caimento de 1%, 1km de comprimento ainda seria compatível com sua seção e suficiente para levar as águas sempre para extremidade do prédio. Muito acima de qualquer necessidade prática.

cobertura-rollon-marko

Em relação à disposição da telha sobre a estrutura de apoio,  em um sistema convencional, as telhas são montadas sobre as terças, vencendo o vão entre elas. Assim, se ocorrer uma deformação entre duas terças, uma poça passará a existir neste local.

No Sistema Roll-on, as bobinas de cobertura estão longitudinalmente apoiadas durante todo o seu comprimento, garantindo seu perfeito funcionamento. No caso de uma manutenção em alguma parte da cobertura, facilmente identificam-se o local do reparo, e de forma bastante simples substitui-se uma bobina se necessário for, sem a necessidade de se transportar equipamentos para o local dos serviços ou comprometer uma grande área de telhas.

um telhado moderno precisa atender a um numero muito grande de necessidades

Hoje, um telhado moderno precisa atender a um numero muito grande de necessidades, tais como: iluminação zenital, ventilação natural, suporte de cargas, apoio de células fotovoltaicas, entre outras. Fazendo um paralelo  com telefones celulares, hoje o aparelho que usamos possuem uma série de funcionalidades indispensáveis,  como câmeras de altíssima resolução, aplicativos variados, GPS, players de vídeo, mas sua função principal é possibilitar a comunicação entre duas pessoas.  O mesmo aconteceu com os telhados, que dá simples necessidade de cobrir passou a atender diversas necessidades de instalações, e a cada dia novas  demandas vão surgindo e sendo agregadas ao seu escopo.

cobertura-rollon

De um modo geral, estruturas são feitas para atender a uma obra específica e consideram apenas as necessidades previstas naquele instante, e não são pensadas para atender outras necessidades que venham a existir.

O Sistema Roll-on é um produto industrial e sua estrutura foi idealizada para atender qualquer tipo de necessidade atual ou futura, estando preparado também para ampliar suas possibilidades, quando há uma necessidade especial de sobrecarga, mantendo sempre o mesmo aspecto estético de toda a obra, sem improvisações.

Portanto no Sistema Roll-on  o conceito básico é a confiança em um produto pensado e fabricado industrialmente, cuja montagem repousa na facilidade de se repetir operações previstas e treinadas. No que se refere às águas, a certeza de que nunca existirão pressões hidrostáticas no sistema, garantindo a finalidade fundamental de uma cobertura, que é não vazar.

Compartilhar

2 Responses to Roll-on. Uma cobertura Hidrodinâmica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *